15 Melhores Chá de Ervas e Seus Benefícios

Benefícios de beber chás de ervas

Beber chá de ervas é altamente recomendado para pessoas que querem naturalmente melhorar sua saúde enquanto desfrutam de uma bebida deliciosa e refrescante. Ao contrário do café e chá padrão (preto, branco, verde, etc), a maioria dos chás de ervas não incluem cafeína. A maioria dos chás de ervas oferece uma variedade de antioxidantes, sono, reduzir a inflamação, aliviar a dor, proteger contra doenças comuns, estimular o sistema imunológico, otimizar o sistema digestivo, desintoxicar o corpo e estimular a função cognitiva.

Diurético e Laxante

Diuréticos e laxantes ajudam a eliminar toxinas rapidamente do corpo, aliviando o estresse no sistema gastrointestinal, nos rins e no fígado. Os melhores chás diuréticos incluem Dente de leão, hibisco, verde, espinheiro e chás de zimbro.

Impulsione o sistema imunológico

Estimular o sistema imunológico, com antioxidantes e vitaminas, ajuda a prevenir infecções, protege contra o estresse oxidativo e diminui o risco de doenças crônicas. Excelentes chás de ervas que estimulam o sistema imunológico incluem sabugueiro, equinácea, gengibre e chás de raiz de alcaçuz.

Reduzir problemas do sono

Alguns tipos de chá são capazes de equilibrar os níveis de neurotransmissores, reduzir a ansiedade e promover o sono por meio de efeitos sedativos. As melhores escolhas para problemas de sono incluem valeriana, raiz de kava, camomila e chás de lavanda.

Propriedades analgésicas

O alívio da dor é crucial para pessoas que sofrem de desconforto crônico ou para aqueles que se recuperam de doenças, cirurgias ou lesões. Os melhores chás de ervas analgésicas incluem chás de pimenta da Jamaica, bergamota, camomila, eucalipto e raiz de kava.

Propriedades anti-inflamatórias

Reduzir a inflamação pode ajudar de tudo, desde desconforto gastrointestinal e artrite até dores de cabeça e hemorroidas. Chás de ervas como hortelã-pimenta, gengibre, açafrão e chás de eucalipto são ótimos para problemas inflamatórios.

Alivie o Stress e a Ansiedade

O estresse calmante e a ansiedade também podem ajudar a diminuir os níveis de depressão, aumentar a energia e diminuir a incidência de inflamação e doenças crônicas no corpo. chás de camomila para reduzir os níveis de estresse.

Prevenir Doença Crônica

A capacidade antioxidante pode ajudar a eliminar os radicais livres e prevenir o estresse oxidativo no organismo, o que pode diminuir o risco de doenças crônicas.

Chás de ervas que são ricos em antioxidantes incluem hortelã-pimenta, rooibos, tomilho e chás de urtiga.

Ajuda na Digestão

Indigestão, cólicas, inchaço, náusea, vômito, constipação e diarreia podem ser eliminados com chás de ervas, particularmente variedades como dente de leão, camomila, canela, hortelã e chás de gengibre.

Aumente a saúde do cérebro

Prevenir o estresse oxidativo no cérebro, ao mesmo tempo em que aumenta o foco e a concentração, pode ser alcançado pela adição de chá de rosa mosqueta, gengibre, hortelã, rooibos e dente de leão à sua dieta saudável.

Lista de chás de ervas

Existem mais de cem variedades de chá de ervas comumente encontradas e usadas, mas algumas das mais populares, juntamente com alguns de seus benefícios mais notáveis, estão listadas abaixo.

  • Chá Anise – Excelente para distúrbios do estômago, excesso de gases, náuseas, congestão, tosse e resfriados e cólicas menstruais dolorosas.
  • Chá de Cannabis – Usado para reduzir a dor crônica, inflamação, ansiedade, estresse, depressão, dores de cabeça, indigestão e cólicas.
  • Chá Echinacea – Aumenta o sistema imunológico, protege a pele contra infecções e elimina a inflamação no corpo.
  • Chá de Patchouli – estimula o desejo sexual, estimula o sistema imunológico, rejuvenesce o humor, desintoxica o corpo e ajuda a combater distúrbios do sono.
  • Chá de camomila – Possui propriedades relaxantes, acalma o estômago e melhora os sintomas de dor nas costas, inflamação, artrite, irritação da pele e queimaduras solares.
  • Chá de raiz de valeriana – possui qualidades sedativas, reduz os níveis de estresse e pressão arterial, e tem qualidades anti-espasmódicas.
  • Chá de hortelã – Particularmente bom para aliviar cólicas, estômago perturbado, indigestão e excesso de gás, além de estimular o sistema imunológico.
  • Tomilho Chá – Conhecido por quebrar febres, tratamento de tosses e resfriados, aumentando as respostas imunológicas, acalmando o estômago e nocauteando dores de cabeça.
  • Chá de dente de leão – Promove a micção e desintoxica o corpo, reduz a pressão arterial e ajuda com problemas de visão e deficiência de ferro.
  • Chá da Raiz de Kava – Elimina o estresse e a ansiedade, induz o sono saudável, acalma a mente e promove a desintoxicação no corpo.
  • Chá Rooibos – Pode aliviar dores de cabeça e prevenir doenças da pele, pressão alta, envelhecimento precoce e resposta alérgica hiperativa no corpo.
  • Chá de raiz de gengibre- Acalma a náusea, estimula a digestão, previne doenças crônicas e aumenta o apetite.
  • Chá Osmanthus – Promove a eliminação de toxinas, elimina o congestionamento e tosse e melhora o mau hálito.
  • Chá de Rosa Mosqueta – Muito bom para o sistema imunológico, devido aos altos níveis de vitamina C, e também pode desintoxicar o corpo.
  • Chá de cúrcuma – estimula a atividade antioxidante no corpo, tem potencial anti- câncer, acalma a inflamação e promove uma boa digestão.

Como fazer um chá de ervas?

A maioria dos chás de ervas pode ser feita embebendo as folhas, raízes, sementes, flores, pétalas ou caules de várias ervas e plantas em água quente. Isso libera os nutrientes e componentes ativos para infundir a água, resultando em uma bebida saborosa e nutritiva. Para entusiastas avançados de chá de ervas, a combinação de diferentes componentes pode proporcionar ainda mais benefícios para a saúde.

Chás de ervas mais complexos consistem em três partes – o ingrediente ativo, ingrediente de suporte e catalisador. O ingrediente ativo deve ser aquele que oferece os benefícios de saúde mais importantes para você, como a saúde imunológica ou o alívio da dor. O ingrediente de suporte também deve afetar um sistema de órgãos ou área do corpo semelhante, talvez de maneira anti-inflamatória, sedativa ou estimulante. O ingrediente catalisador oferece o sabor ou doçura que você deseja na vanguarda da bebida para torná-lo palatável.

Em termos de quantidades, a maioria dos especialistas sugere a mistura de 3 partes de ingrediente ativo, 2 partes de ingrediente de suporte e 1 parte de catalisador. Isso cria uma bebida bem equilibrada que tem um ótimo sabor e proporciona melhores resultados de saúde.

 

Ingredientes de chá de ervas

Chás de ervas são bebidas simples e geralmente incluem partes de plantas de 1 ou mais ervas, flores ou plantas promotoras da saúde, bem como edulcorantes naturais, se desejado, como mel orgânico, estévia, açúcar mascavo ou canela.

Nutricionalmente falando, cada variedade de chá de ervas possui uma gama única de antioxidantes, compostos orgânicos, minerais e vitaminas, incluindo catequinas, compostos polifenólicos, triterpenoides, fitoquímicos, aminoácidos, ácidos voláteis, alcaloides e flavonoides, bem como vitaminas A, C, B, E e K, potássio, cálcio, ferro, zinco, manganês, magnésio e fósforo.

Efeitos colaterais de chás de ervas

Chás de ervas vêm com certos efeitos colaterais, devido ao efeito potente dos ingredientes ativos, reações alérgicas potenciais, identidade errônea de ervas, consumo excessivo ou interações medicamentosas.

  • Ervas Tóxicas – Enquanto a maioria das ervas são seguras para consumo humano, em quantidades moderadas, certas ervas tóxicas são facilmente confundidas com ingredientes perfeitamente seguros. Por exemplo, dedaleira pode ser mortal, mas parece muito semelhante ao confrei. Da mesma forma, a cicuta da água pode ser fatal se ingerida, mas parece quase idêntica ao sabugueiro, que é um ingrediente popular em chás de ervas. Não colecione ervas silvestres para chás e tisanas, a menos que você seja treinado em artes de ervas ou esteja extremamente confiante em seu conhecimento. A maioria dos ingredientes à base de plantas está prontamente disponível em lojas de produtos naturais.
  • Alergias – chás de ervas abrangem uma ampla gama de gêneros de plantas e famílias, o que significa que muitas possíveis reações alérgicas são possíveis. As reações alérgicas podem variar de leve desconforto ou inflamação estomacal até dificuldades respiratórias, vômitos, diarreia, febre, erupções cutâneas e outros sintomas mais graves. Fale com seu médico ou alergista para determinar suas alergias antes de explorar novos chás de ervas.
  • Uso moderado – As ervas são usadas por causa de seus poderosos ingredientes ativos e produtos químicos; em quantidades moderadas, elas geralmente são seguras, mas o consumo excessivo pode levar à toxicidade e a efeitos colaterais negativos. Na maioria dos casos, pequenas quantidades de chá (1-2 xícaras por dia) são mais do que suficientes para desfrutar dos benefícios para a saúde do chá.
  • Interações medicamentosas – Se você está atualmente tomando algum medicamento, é melhor verificar com seu médico antes de adicionar chás de ervas ao seu regime de saúde. Muitos chás têm propriedades hipotensoras, hipoglicêmicas, sedativas e anticoagulantes, que podem ser perigosas se você estiver usando medicação que tenha efeitos semelhantes.

Relacionado

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhar

Últimos Posts